Comunique Erro

 
Nome:
E-mail:
Erro:
Fechar
Empresas amigas
Resultados de Exames

Consulta de resultados de exames

Resultados de Exames
Médico

Newsletter

Receba novidades da ACCG

Cotação On line

Faça sua cotação de forma rápida e prática em nosso sistema.

Fazer cotação
Licitações

Confira aqui as modalidades
que a ACCG oferece para licitações.

Doe Sangue
Tamanho da Letra A- | A+

Teste de Ácido Nucléico (NAT)

A realização dos testes baseados na detecção de ácido nucléicos de HIV (Vírus da Imunodeficiência Humana) e HCV (Vírus da Hepatite C e HBV – Vírus da Hepatite B) em doadores de sangue nas redes de hemoterapia foram implantadas em 2004 quando o Governo Federal publicou a Portaria nº 112, cujo objetivo é garantir segurança nas transfusões de sangue e hemocomponentes.

O Teste de Ácido Nucléico é realizado também nos Estados Unidos, Europa, Austrália e Japão e visa reduzir o período de “janela imunológica” entre a infecção e a detecção dos anticorpos específicos produzidos pelo sistema imunológico, período no qual não se detecta reatividade nos testes de triagem sorológica. Enquanto os testes de triagem sorológica procuram anticorpos, o que demanda tempo, o NAT, por biologia molecular, procura diretamente um componente do vírus, o ácido nucléico. Estudos demonstraram que com a nova técnica a “janela imunológica” reduz de 22 para 11 dias nas infecções pelo vírus HIV e de 82 para 23 dias nas infecções pelo vírus HCV, o que corresponde a um decréscimo de 55% e 90%, respectivamente.

Embora a sensibilidade dos testes que detectam anticorpos tenha aumentado nos últimos anos, ainda existe um período de janela entre a infecção e os níveis detectáveis de marcadores sorológicos. O NAT se baseia no fato de que antes do surgimento dos anticorpos, a presença do vírus pode ser detectada por outros indicadores, como os ácidos nucléicos. No caso do HIV, por exemplo, que começa a se replicar no organismo cerca de 10 dias após a infecção, a partir daí é possível detectar seu material genético, no caso o RNA. No caso do HCV (vírus da Hepatite C), estima-se que cerca de 5% da população apresentam RNA positivo no soro com anticorpos negativos.

Desde que a lei que regulamenta a implantação do teste nas unidades hemoterápicas foi instituída, o Banco de Sangue da ACCG vem realizando o NAT nas doações de sangue recebidas a fim de assegurar ao paciente qualidade e segurança quanto ao hemocomponente transfundido.

Atualmente, o Banco de Sangue do Hospital Araújo Jorge tem como parceiro o laboratório IMUNOLAB, situado na cidade de São Paulo, para a realização do teste NAT. O Imunolab é certificado pela Fundação Vanzolini e IQNet segundo a NBR ISO 9001:2008 e, desde o ano passado, passou a ser o único laboratório do Brasil acreditado pela American Assocition of Blood Banks (AABB).

Veja Também