Comunique Erro

 
Nome:
E-mail:
Erro:
Fechar
Empresas amigas
Reuniões Científicas

Confira as fotos
Resultados de Exames

Consulta de resultados de exames

Resultados de Exames
Médico

Newsletter

Receba novidades da ACCG

Cotação On line

Faça sua cotação de forma rápida e prática em nosso sistema.

Fazer cotação
Licitações

Confira aqui as modalidades
que a ACCG oferece para licitações.

Doe Sangue
Tamanho da Letra A- | A+

Doação de Plaquetas por Aférese

 

As plaquetas são um dos componentes sanguíneos fundamentais no processo de coagulação sanguínea. A redução do número de plaquetas (ou alteração em sua função) pode predispor ao sangramento. Assim, a transfusão do concentrado de plaquetas é uma das formas de minimizar o risco de hemorragia, muito freqüente em pacientes em tratamento quimioterápico, naqueles submetidos a transplantes ou com falência de medula óssea.

Durante a plaquetaférese, o sangue do doador passa pela máquina de aférese através de um kit totalmente descartável (em nenhum momento há contato entre o sangue e a máquina). O procedimento é seguro e dura aproximadamente 1 hora. Através dele somente as plaquetas são doadas, e em uma quantidade 8 a 10 vezes maior do que a que se obtém através de uma doação convencional. O restante (hemácias e plasma) retorna ao doador durante a doação. A quantidade de plaquetas doadas não faz falta para o doador e volta ao normal em 48 hs.

Esta doação deve ser agendada com antecedência, em virtude do tempo necessário para preparo do equipamento e para a coleta propriamente dita.  O intervalo mínimo recomendado entre a doação de sangue convencional e a de plaquetas é de um mês.

O restante do processo de doação por aférese é o mesmo utilizado para a doação convencional:

1) cadastro mediante apresentação de documento com fotografia;

2) verificação do pulso, pressão arterial, temperatura e hemoglobina;

3) entrevista clínica;

A seleção do doador segue os mesmos critérios utilizados para a doação de sangue convencional. A diferença principal é que a pessoa que fez uso recente de antiinflamatório/analgésico contendo ácido acetil salicílico (ou outro antiinflamatório que afete a função plaquetária) deve doar plaquetas somente cinco dias após o uso do medicamento.

Outra condição necessária para a doação automatizada é a presença de veia de bom calibre. Uma veia que permita a coleta de sangue convencional nem sempre é adequada para doação por aférese.

Em cada doação, será realizada uma série de exames como os de sífilis, HIV, Hepatites B e C, Chagas, HTLV, pesquisa de hemoglobina anômala. Também serão realizadas tipagens sanguíneas ABO e Rh, pesquisa de anticorpos irregulares e NAT. 

Veja Também