Comunique Erro

 
Nome:
E-mail:
Erro:
Fechar
Empresas amigas
Resultados de Exames

Consulta de resultados de exames

Área médica:
Resultados de Exames

Newsletter

Receba novidades da ACCG

Cotação On line

Faça sua cotação de forma rápida e prática em nosso sistema.

Fazer cotação
Licitações

Confira aqui as modalidades
que a ACCG oferece para licitações.

Notícias
Tamanho da Letra A- | A+

Médico do HAJ participa de simpósio nos Estados Unidos

Destaque

Entre os dias 21 e 24 de março, o médico Paulo Adriano de Queiroz Barreto, do Setor de Aparelho Digestivo do Hospital Araújo Jorge (HAJ), participou do 71º Simpósio Anual de Câncer, realizado pela Sociedade de Cirurgia Oncológica dos Estados Unidos, em Chicago, Illinois.

Cerca de 2000 médicos de 37 países estiveram presentes no evento. Em sua chegada, o especialista do HAJ foi recepcionado pelo médico brasileiro Rogério Neves, um dos fundadores da Sociedade de Cirurgia Oncológica dos Estados Unidos. Todo assunto abordado no congresso será repassado ao Corpo Clínico do Setor de Aparelho Digestivo.

De acordo com Paulo, o congresso é específico sobre cirurgia oncológica, sendo de suma importância para a abordagem das inovações e suas aplicações na clínica diária. “Percebemos que os questionamentos sobre o câncer só mudam de idioma, pois são os mesmos no resto do mundo. O que temos que fazer é dividir o conhecimento para termos resultados melhores” comenta.

O médico afirma que o objetivo da participação no simpósio é ver quais são as inovações dentro da cirurgia oncológica do aparelho digestivo, para serem aplicadas na clínica diária do Araújo Jorge. “O Hospital tem se tornando uma referência, não só regionalizado, como também nacionalmente, pela qualidade do corpo clínico e pelas condições que o Hospital oferece para trabalharmos”, ressalta Dr. Paulo.

O médico acredita que o Araújo Jorge está empenhado em crescer cientificamente, podendo levar as novidades para os pacientes no dia a dia. “Podemos dizer que o Araújo Jorge anda em consonância com o resto do país. Conversando com profissionais de outros hospitais do Brasil, nós estamos no mesmo patamar”, finaliza o médico. 

Texto: Flávia Rocha - Assessoria de Comunicação

Veja Também