Comunique Erro

 
Nome:
E-mail:
Erro:
Fechar
Empresas amigas
Resultados de Exames

Consulta de resultados de exames

Área médica:
Resultados de Exames

Newsletter

Receba novidades da ACCG

Cotação On line

Faça sua cotação de forma rápida e prática em nosso sistema.

Fazer cotação
Licitações

Confira aqui as modalidades
que a ACCG oferece para licitações.

Notícias
Tamanho da Letra A- | A+

Hospital Araújo Jorge estimula o empoderamento feminino na Campanha Outubro Rosa

Destaque

Em solenidade  festiva  e marcada por muita emoção, a Associação de Combate ao Câncer em Goiás (ACCG) lançou, nesta terça-feira, 03/10, sua Campanha Outubro Rosa 2017. A mantenedora do Hospital Araújo Jorge (HAJ), que é referência em Oncologia, investiu, neste ano, no conceito de empoderamento feminino para atingir o objetivo da Campanha: conscientizar, através da informação, o máximo de pessoas sobre a importância da prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama.

Durante o evento, realizado no auditório do  HAJ, o tema Câncer de mama: empoderamento feminino e superação foi apresentado, em detalhes,  por representantes da ACCG. Diferencial da Campanha, o forte envolvimento da sociedade na ação  foi representado na solenidade pela presença das mulheres que aceitaram posar para fotos e ceder o uso da sua imagem nos materiais publicitários da ação, além de  gravar vídeos sobre a superação e luta contra o câncer de mama.

O presidente da Associação de Combate ao Câncer em Goiás, Dr. Paulo Moacir de Oliveira Campoli abriu a campanha e ressaltou a importância da ação. “Ela lembra a população, principalmente as mulheres,  da importância da prevenção, da detecção precoce do câncer de mama. Para a gente lembrar que a incidência do câncer de mama é muito alta na nossa população e que é uma doença passível de prevenção, que tem tratamento”, disse.  “Isso justifica nosso empenho, no sentido de esclarecer a população para fazer prevenção, para fazer autoexame, fazer mamografia, no sentido de se detectar precocemente essa doença e fazer o tratamento necessário”, completou.

 

Colaboração

“A mensagem da campanha é que é possível tratar, é possível enfrentar  a doença. Eu quis participar para mostrar que  a vida pode ser bela em todos os sentidos”, disse a  jornalista Kamyla Maia, cujas fotos ilustram cartazes da campanha divulgando o autoexame das mamas, técnica de prevenção importante contra esse tipo de câncer. “Achei interessante a campanha mostrar mulheres de diferentes personalidades e personalidades”, ainda citou.

“Quando fui chamada para a campanha , para colaborar e poder passar esta mensagem, achei importantíssimo”, afirmou, por sua vez, Giselva do Rosário N. Vieira, que também colaborou com a campanha, sobre a ideia de estimular outras mulheres a fazerem prevenção. Ela, que está em tratamento, lembra que a detecção precoce da doença aumenta as chances de um resultado positivo. A  luta de Giselva contra o câncer foi tema de um dos vídeos da campanha, mostrado na abertura do Outubro Rosa, e que emocionou o público.  

Outro ponto alto da festa de lançamento foi a apresentação do grupo de percussão Coró Mulher, inspirada no empoderamento feminino discutido na Campanha. O grupo faz parte da Associação Coró de Pau, e é formado exclusivamente por mulheres. “ Não só o toque da mama é importante, mas o toque do ser humano. Essa campanha é fundamental por causa da questão da informação sobre a doença”, definiu a mestra e presidenta da Associação, Geovanna de Castro, sobre a participação no evento.

 

Mamografia

Dentre outras atividades, a programação deste ano, mais uma vez contará com a realização de mamografias oferecidas a população feminina acima de 35 anos. Essa ação visa facilitar o acesso das mulheres para a realização do exame.

Se a mulher tem mais de 35 anos, deve procurar o Cais mais próximo da sua casa. Lá, ela pode pedir a requisição da mamografia, que será preenchida e assinada por um médico ou um enfermeiro, e levar esta requisição, juntamente com cópia dos documentos de identidade (RG, CPF), do comprovante de endereço e do Cartão do SUS, para fazer o agendamento do exame no Hospital Araújo Jorge.  No dia do exame, ela pode levar o  resultado da mamografia anterior (se houver).

 

Mundial

O movimento Outubro Rosa nasceu nos anos 90, nos Estados Unidos, com o objetivo de estimular a participação da sociedade no controle e prevenção do câncer de mama. No Centro-Oeste, o hospital mais importante em tratamento do câncer, Araújo Jorge, lidera, desde 2013, a ação em Goiás.

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), o câncer de mama é o tipo mais comum entre as mulheres, no mundo e no Brasil, depois do câncer de pele não melanoma, respondendo por cerca de 28% dos casos novos a cada ano. Ainda, segundo o INCA, cerca de 57 mil novos casos de cânceres de mama surgiram em 2016. Para Goiás, estima que foram diagnosticados 1.680 novos casos.

Veja Também