Comunique Erro

 
Nome:
E-mail:
Erro:
Fechar
Empresas amigas
Resultados de Exames

Consulta de resultados de exames

Área médica:
Resultados de Exames

Newsletter

Receba novidades da ACCG

Cotação On line

Faça sua cotação de forma rápida e prática em nosso sistema.

Fazer cotação
Licitações

Confira aqui as modalidades
que a ACCG oferece para licitações.

Notícias
Tamanho da Letra A- | A+

ACCG promove programação especial no Dia Internacional da Mulher

Destaque

Nos dias 7 e 8 de março a Associação de Combate ao Câncer em Goiás (ACCG) promoveu diversas atividades em comemoração ao Dia Internacional da Mulher. O foco este ano foi, além de contemplar as colaboradoras da Instituição, também levar este momento de descontração para as voluntárias, pacientes e acompanhantes do Hospital Araújo Jorge.

Durante os dois dias, as mulheres puderam aproveitar o dia de beleza com dicas de maquiagem, corte e escova de cabelo, limpeza de pele e também com a distribuição de brindes. Além disso, a psicóloga Jéssica Siqueira de Oliveira palestrou sobre a sexualidade feminina.

De acordo com Camilla Rodovalho, gerente de Recursos Humanos, a Instituição tem como prioridade cuidar dos seus colaboradores, e nesses dias em especial, das colaboradoras. “Esses dois dias foram dedicados a elas. O propósito era que as mulheres pudessem usufruir de momentos felizes e se sentissem reconhecidas e respeitadas”, afirma a gestora.

Para Cristina Lopes de Souza,  auxiliar de serviços gerais, a ação voltada para as mulheres é ótima, pois não é sempre que tem tempo para sair e se arrumar. “Hoje vou cortar e fazer escova no cabelo. Por mim, poderia ter esse evento sempre”, comenta a colaboradora.

Naira Yurie Amemiya, analista de processos, enfatiza que esta programação é uma oportunidade da ACCG mostrar que valoriza as mulheres. “Não é só pelo corte do cabelo em si, mas realmente pela valorização do profissional que trabalha na Instituição. Achei a proposta legal e também resolvi cortar os cabelos”, comenta Naira.

A palestrante Jéssica Siqueira comenta que o tema proposto foi traçar um paralelo entre sexualidade feminina e o aumento da autoestima. “A sexualidade é considerada um tabu na sociedade. E essa é uma forma de conscientizar, levantando a autoestima, buscando que elas se conheçam, conheçam o corpo e suas as limitações”, finaliza a psicóloga.

Texto: Flávia Rocha - Assessoria de Comunicação

Veja Também